SOBRE PERMITIR-SE UM TEMPO

Por Luiz Mateus Pacheco . CRP 07/27656 . Psicólogo Do NAP . contato@napvs.com.br

Você já teve a impressão de que o tempo está passando rápido demais? De que, quando se dá conta, o tempo passou como se fosse um líquido escapando pelas mãos? Talvez essa sensação até mesmo se agrave com a chegada dos últimos meses do ano, como se eles passassem mais rápido do que é possível acompanhar. E se isso é verdade, o que significa e o que pode fazer a respeito?

Vivemos num mundo acelerado onde cada vez mais somos empurrados a cumprir múltiplos papéis e a se empenhar em metas para o futuro – sejam a nível profissional ou pessoal. Preenchemos tanto o nosso tempo e a nossa cabeça com essas preocupações que perdemos a oportunidade de viver de ...

Ano 23 :: Edição Nº 275 :: Fevereiro.2018